Métricas da vaidade: saiba por quê curtidas, compartilhamentos e visualizações são (quase) inúteis para o sucesso do seu negócio online

Por Henrique Carvalho

Você mede o sucesso do seu negócio por alguma dessas métricas?

  • Quantidade de seguidores no Facebook
  • Número de retweets de uma postagem
  • Quantas comentários suas fotos do Instagram recebem

Sem sombra de dúvida são números que impressionam à primeira vista.

“Nossa, sua página no Facebook já tem mais de 100 mil seguidores?” Então você deve ser bem sucedido.

Porém, já parou para pensar o que de fato isso traz de benefícios, ou melhor, de vendas concretas, para seu negócio. Não seria apenas uma bela massagem no ego?

Faça algumas perguntas a si mesmo:

  • Essas pessoas se tornaram leads interessadas no que você tem a oferecer?
  • Elas compraram algum produto ou serviço de você?
  • Elas se tornaram promotores da sua marca?

Infelizmente, muitos iniciantes no marketing digital colocam seu foco nas métricas erradas, nas métricas da vaidade.

métricas

Porque damos tanto valor às métricas da vaidade? Simples, são dados fáceis de contabilizar e estão visíveis para qualquer um que queira saber mais do seu negócio.

Mas o caminho mais fácil ou curto nem sempre leva ao sucesso.

Outro erro bastante comum é focar o investimento de tempo nas redes sociais porque ter uma conta é gratuito. Mas será mesmo?

Até pode ser que não seja necessário investir recursos financeiros. Porém é necessário dedicar tempo para produção de conteúdo. E não se engane, seu tempo não é gratuito.

“Podemos vender nosso tempo, mas não podemos comprá-lo de volta” – Paulo Coelho

A ilusão gerada pelas métricas da vaidade pode cegar até mesmo os mais experientes.

Então, qual seria a melhor maneira de não cair nessa armadilha?

Como medir o sucesso do seu negócio sem recorrer às métricas da vaidade

métricas

Antes de mais nada, não seria melhor e até mesmo mais seguro construir seu negócio digital fora das redes sociais?

Afinal, o poder de decisão a respeito do seu negócio, nesse caso, não está nas suas mãos, mas sim na das empresas donas destas redes.

Você está ao sabor do vento e muitas das decisões tomadas por outros podem afetar seus ganhos profundamente. Já imaginou ter uma página banida? Ou perder tudo que trabalhou duro para conseguir porque a rede social em que você investiu decidiu fechas as portas?

Não seria melhor você construir o seu negócio online e suas grandes ideias em um terreno onde você tenha total controle, sem correr o risco de sumir do mapa de uma hora para outra?

A única maneira de ter total controle sobre seu empreendimento online é através de um blog e uma lista de emails.

Design, conteúdo, alcance dos usuários… Você está no comando e o seu sucesso depende apenas do seu conhecimento e esforço.

Ao investir em seu próprio “terreno” você evita, inclusive, dar tanta importância às métricas da vaidade.

E começa a prestar atenção em outras métricas mais importantes, como:

  • Número de visitantes que seu site/blog recebe
  • Número de interessados que são gerados a partir dessas visitas, ou leads (potenciais compradores)
  • Número de leads que se tornam clientes

Uma empresa lucrativa quer conseguir clientes e não apenas seguidores ou curtidas.

Não me entenda errado, as redes sociais são boas formas de trazer tráfego para o seu site e melhorar seu relacionamento com sua audiência. Mas devem ser usadas com inteligência e bom senso.

Talvez seja hora de você deixar de dar tanta importância àquilo que pode ser sinônimo de  “sucesso” na visão  de outras pessoas.

métricas

Pare de gastar preciosas horas do seu dia cuidando de um espaço no qual você não tem total controle e direcione seu foco para tornar o seu blog memorável e crescer a sua lista de e-mail.

E se você quer saber mais sobre esse assunto, não deixe de conferir esse artigo: “Guerra às Redes Sociais: o maior cemitério de grandes ideiais, a atual armadilha invisível para o empreendedor e a batalha por um futuro alternativo.”

Você vai aprender mais sobre:

  • O perigo das armadilhas ocultas nas Redes Sociais
  • Por que Wix, Blogger e WordPress.com podem impedir você de alcançar o sonho de viver de Blog
  • Como construir blogs memoráveis, verdadeiras pirâmides que se sustentam ao longo de milênios, com pilares tão fortes que são praticamente impossíveis de serem derrubadas.
  • A morte do email? Dados e estatísticas sobre email marketing
  • A diferença entre o antídoto e o veneno está na sua dose: Como usar de maneira inteligente as redes sociais

Até a próxima!

Forte Abraço
Henrique Carvalho

Sobre o autor: Fundador do Viver de Blog, Henrique Carvalho vive exclusivamente de blog desde os seus 23 anos e quer ajudar você a Viver de Blog também. Saiba mais sobre ele aqui.

viver-de-blog-logo® Copyright: A HyTrade é parceira do Viver de Blog na troca de conteúdos e este é um post convidado acordado entre as partes para ser publicado no nosso blog.