O básicos sobre SEO + checklist para profissionais de marketing de conteúdo

Por Kaila Strong

Quais são os conhecimentos básicos sobre SEO que todo profissional de marketing de conteúdo deve saber?

Muito tempo, atenção e detalhe são usados na criação de conteúdo de qualidade substancial. Você escreve com paixão, expressa criatividade no conteúdo que você desenvolveu e encontra maneiras inovadoras para mostrar o seu valor. No final deste processo, você pode estar tão animado para, finalmente, apertar o botão “publicar”, que otimizar o seu conteúdo para as máquinas de busca pode ser a última coisa na sua mente.

Mas, isto é um erro, porque há algumas melhores práticas, que são simples, para otimizar o seu conteúdo para as máquinas de busca, e que podem ampliar os seus esforços e ajudar as suas composições a alcançar o máximo sucesso. Os profissionais de marketing têm a oportunidade de ter mais globos oculares focados no seu trabalho, se seguirem alguns simples passos, que não tomam muito tempo. No final, você terá conteúdo que estará pronto para ser indexado e entregue aos buscadores – esperamos que por muitos anos.

As estratégias para a otimização para as máquinas de busca abundam e cada uma delas, em si só, é um pouco diferente. Para qualquer pessoa que estiver começando, ou não tiver tempo para tornar-se um perito em SEO (otimização para as máquinas de busca), há uma questão. Como saber qual conselho é o melhor e o que fazer em primeiro lugar?

Neste ponto, vamos ajuda-lo a navegar na SEO para o marketing de conteúdo, destacando alguns especialistas e os conselhos e dicas deles. Os itens de ação em negrito o ajudarão a identificar as peças mais importantes do enigma da SEO e do conteúdo.

Projetos complexos, tais como a modelagem de tópicos, não serão discutidos, mas, focaremos em itens de ação simplificados de alto nível para serem acrescentados á sua lista de verificação de marketing de conteúdo. Esperamos que este post lhe dê um bom começo na sua jornada de marketing de conteúdo e SEO.

1. Use palavras chave literalmente e deliberadamente.
2. Entregue valor maior que o esperado pela sua audiência.
3. Faça isto frequente e consistentemente.

− Ryan Hanley

Os três princípios básicos de Ryan Hanley para o marketing de conteúdo e SEO são bem precisos. Entregar valor para a sua audiência frequentemente e fazê-lo de forma consistente são incrivelmente importantes para o seu sucesso global. Se você não estiver investindo na criação de conteúdo de valor e adquirindo os recursos para fazer isto frequente e consistentemente, estas melhores práticas para SEO ainda podem ajuda-lo… mas, não tanto quanto poderiam se você investir verdadeiramente para entregar valor.

Palavras chave

O basicos sobre SEO + checklist para profissionais de marketing de conteudo IEm primeiro lugar na nossa lista de verificação está o princípio de Hanley de usar palavras chave literalmente e deliberadamente. As palavras chave são a espinha dorsal de quaisquer esforços para SEO e, sem alguma organização e estratégia, as oportunidades perdidas são abundantes.

Inicialmente, ao desenvolver uma peça de conteúdo, escolha uma frase central com a palavra chave. Hanley sugere mirar em frases longas ou médias, que têm mais de três palavras. Sobre o que você está escrevendo? Mesmo que você tenha apenas uma ideia aproximada, tente adivinhar qual será a sua frase.

Em seguida, revise o Google Adwords para verificar o volume da palavra chave. Procure a melhor combinação da frase que você escolher – algo que tenha alto volume, mas não competitivo demais. Ao olhar as métricas (que é um processo muito rápido) você pode diminuir a sua frase central com a palavra chave.

Finalmente, faça uma busca da frase central com a palavra chave para ajuda-lo a ver como você está, em relação à sua peça de conteúdo. Faça a busca no seu próprio site e também numa máquina de busca, uma vez que pode haver uma peça de conteúdo já existente sobre o mesmo assunto, que pode competir com o seu esforço. Se você descobrir que ela existe, mude a sua frase central com a palavra chave para uma combinação que não esteja competindo, mas que acrescente apoio no geral.

A colocação das palavras chaves

A colocação das palavras chave pode ser problemática. Uma vez que você finalmente tiver a sua frase central com a palavra chave, uma tentação inicial é exagerar e integra-la textualmente no seu conteúdo. Com cuidado, você será capaz de escolher onde colocar a frase, tendo em mente um visitante humano.

Use variações naturais e sinônimos para colocar o seu conteúdo mais em evidência e para oferecer às máquinas de busca maior contexto e significado.

− Graeme Stiles, Gotta Quirk

No artigo de Graeme Stiles sobre modelagem de tópicos e busca semântica, encontrado aqui, ele compartilha a importância de acrescentar significado contextual ao conteúdo. Isto não é somente sobre colocar a palavra chave central em qualquer lugar na página, mas é sobre variar e diversificar a integração das palavras chave.

Num blog post sobre dicas de marketing para o dia dos namorados, você pode integrar palavras chave tais como “marketing dos feriados”, “romance”, “estação do amor”, “ideias para anunciar no dia dos namorados”, “e-mail marketing”, ou mesmo “mídia social” (em virtude da sua relevância em relação à palavra “marketing”), “dia dos namorados”, ou estas últimas palavras juntas.

Uma vez que você tiver uma ideia da diversidade disponível e da paisagem da semântica, procure focar nas seguintes meta áreas sob seu controle, com os plug-ins e acessos corretos. Use palavras chave centrais e palavras chave relacionadas através de todas as áreas mais importantes da página (em qualquer ordem, exceto para o meta título, que é o mais crítico):

O meta título é o único elemento de SEO mais importante da página (por trás do conteúdo geral).

— Via Moz.com

  1. Meta título – idealmente, o meta título é uma versão do título do seu blog post ou artigo. 50 a 60 caracteres é comum, exibição máxima de 512 pixels.
  1. URL – a URL é usualmente o título da sua página, integrado num longo formato permalink.
  2. Meta descrição – a meta descrição deve induzir cliques, uma vez que ela é apresentada diretamente aos que estão pesquisando nos resultados da busca. Palavras chave relacionadas podem facilmente ser entrelaçadas.
  1. Meta palavras chave – embora não sejam essenciais, vale a pena notar: não recheie demais com as suas meta palavras chave. Ou deixe-as sem usar ou use-as com moderação. Exagero = spam.
  1. Títulos (cabeçalhos)/H1-H3 – Cabeçalhos ou rótulos H1, H2 ou H3 são logicamente aonde os cabeçalhos e subtítulos iriam numa versão escrita. As SEOs recomendam acrescentar frases com palavras chave úteis a estas áreas de uma página e organizar o seu conteúdo tendo os títulos (cabeçalhos ou manchetes) em mente.
  1. Imagem alt tags (legendas) – Quaisquer imagens numa página devem ter imagem alt tags, um texto descritivo obre a imagem. Isto ajuda as máquinas de busca a entenderem o que é a imagem.
  1. Nomes de arquivos – Os arquivos carregados (uploaded) para a página, tais como imagens, vídeos, etc., devem ter um nome otimizado por palavras chave relacionadas.
  1. Links internos – Esta é uma oportunidade para mostrar outra página do seu site para os leitores. A melhor prática de SEO é ancorar texto descritivo da página que está sendo ligada, idealmente fazendo corresponder a palavra chave central para essa página (que, por exemplo, está no meta título e na URL). Ache a melhor página para ligar internamente – uma que não estiver competindo, mas que seja relacionada e apoiadora do seu conteúdo.

Estas são as áreas mais importantes nas quais as palavras chave devem ser integradas no site. Tanto as palavras chave do tema central, como termos de semântica relacionados são recomendados. Mas, lembre-se que você quer ter certeza que o seu conteúdo vai oferecer valor para a sua audiência. Ponto.

Para mais informações sobre pesquisa de palavras chave, veja alguns dos recursos da Act-On sobre SEO:

Uma prática de SEO muito básica e útil é incluir links para fontes externas.

− Brynna Baldauf, Vertical Measures

A minha colega, Brynna Baldauf, tem sido fundamental para fazer SEO em páginas para a Vertical Measures e para nossos clientes. O conselho útil dela traz outro importante elemento à nossa lista de verificação: links externos. Esta opção é frequentemente subutilizada pelos profissionais de marketing, mas, ela pode ser uma grande maneira de ajudar a acrescentar relevância ao seu conteúdo. Brynna explica como:

Frequentemente, o conteúdo produzido pelos profissionais de marketing é excelente em si mesmo, mas faltam neles os links necessários para criar uma voz de autoridade – não apenas perante os olhos das máquinas de busca, como também aos olhos do leitor. Uma prática básica e ainda muito útil de SEO é incluir link para fontes externas como meio de dar referência ao conteúdo e também de inclui-lo numa área respeitada da web. Fazendo a ligação com fontes que pareçam ter autoridade e que sejam relevantes no mesmo espaço, tais como artigos revisados por pares, ou uma peça de notícias novas do ramo de atividades, há uma direta correlação estabelecida entre o link publicado e o website no qual ele foi publicado. No decorrer do tempo, esta simples prática não apenas ajuda os leitores a ver o conteúdo como sendo da mais alta qualidade, como também ajuda as máquinas de busca a determinar que o website é de melhor qualidade, associando-o aos tipos de páginas às quais está ligado.

Assim como um link externo pode ajudar a acrescentar autoridade a uma peça particular de conteúdo pelo uso de uma referência externa, é importante usar um link interno para distribuir a autoridade atribuída a uma peça de conteúdo a outros lugares do site. Usando texto de ancoragem que seja descritivo à página interna, o profissional de marketing pode ajudar a máquina de busca a melhor entender de que trata cada página e aprender quais páginas associar a certas palavras chave pelas quais o site espera ser classificado.

Medição

O basicos sobre SEO + checklist para profissionais de marketing de conteudo IIUm passo tão importante e frequentemente esquecido é pensar na medição. Toda iniciativa de marketing na qual você trabalhar deve ter alguma forma de ser medida, algo que relacione o desempenho à tática ou à estratégia. Com toda a informação atualmente disponível através de plataformas online, sempre há uma forma de rastrear alguma coisa. Pense sobre o elemento de busca e de rastreamento de tráfico e de medir os resultados antes que você aperte o botão publicar.

Foque inicialmente em qual comportamento você quer que os consumidores do seu conteúdo tenham. Uma vez isto feito, e você tiver criado conteúdo que produzirá as referidas ações, você pode começar a medir a eficácia do seu programa de conteúdo.

— Jay Baer, Convince & Convert

Jay Baer, no seu artigo sobre os quatro tipos de métricas de conteúdo que são importantes, compartilha porque o conteúdo não pode ser medido através de métricas simples. Criar uma metodologia de pesquisa o ajudará a observar os desempenhos de maneira mais completa.

E, finalmente, mais duas coisas a serem medidas:

● Programe uma revisão da informação do tráfico do conteúdo semanalmente, mensalmente, trimestralmente e anualmente. Mesmo que você não faça a revisão do conteúdo toda semana, recomenda-se ainda fazer uma programação.

Revise todo o tráfico do conteúdo, não apenas a busca, para mostrar o quadro preciso do desempenho. Sites de terceiros, mídia social e outros, que naturalmente compartilharem o seu conteúdo, são referências a serem buscadas.

Resumo

A nossa lista de verificação é realmente muito simples. Ela consta de um total de oito perguntas que o ajudarão a abordar importantes elementos de SEO que discutimos. Com estas dicas e com esta lista de verificação, você deve estar a caminho de começar o processo de integrar SEO às suas iniciativas de marketing de conteúdo.

BannerBlogVocê já:

● Escolheu uma frase central com uma palavra chave?
● Verificou o tráfico no Google Adwords?
● Procurou no Google o título do seu artigo?
● Procurou no seu site por conteúdo semelhante?
● Otimizou o meta título, a descrição, as imagens, a URL e os títulos (cabeçalhos, manchetes) H1?
● Acrescentou um link para uma página interna do seu website, sem esquecer de usar  texto apropriado para ancorar?
● Acrescentou um link de fonte externa crível?
● Pensou sobre medidas e estabeleceu palavras chave no seu verificador de classificação?

Responda essas perguntas e você estará a caminho de tornar o seu conteúdo pronto para o horário nobre da SEO.

Sobre a autora: Kaila Strong é  escritora, editora, estrategista sênior de marketing e especialista em SEO. Junto com publicações regulares no Act-On blog e em outros sites, ela é uma palestrante convidada frequente nas conferências SMX, Pubcon e conferências locais onde ela realiza apresentações sobre tópicos que incluem pesquisa, social e marketing de conteúdo.

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

Act-On agency partner logo® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.