De volta ao básico: conte histórias para impulsionar o seu marketing

De volta ao básico: conte histórias para impulsionar o seu marketing

Por Amy Duchene Em Los Angeles, onde eu moro, todos são contadores de histórias (ou, pelo menos, têm um roteiro em andamento). Afinal, esta é a terra do entretenimento, onde todas as pessoas elaboram contos para preencher as grandes e pequenas telas. Mas, eu suspeito que as histórias e os seus contadores vão mais além. Os seres humanos têm contado histórias desde o início dos tempos, e as escreveram desde 2.800 AC, com o poema épico Gilgamesh. A nossa espécie tem experimentado ricos padrões tradicionais de contar histórias: escritos, orais e visuais. As histórias de outrora foram inscritas em pergaminho […]

Continuar lendo »
11 lições de marketing aprendidas de Hollywood

11 lições de marketing aprendidas de Hollywood

Por Amy Duchene Aqui em Los Angeles, nós acabamos de passar pela temporada dos prêmios, culminando com a 89º premiação da Academia de Cinema. A cerimônia dos “Oscars” é a maior noite do ano em LA, a cidade que eu chamei de meu lar, durante mais de cinco anos. LA é a segunda maior cidade dos Estados Unidos e uma das mais influenciadoras do mundo. Provavelmente, você sabe quais premiações ocorrem em Los Angeles. O que você pode não saber é que “Hollywood” não é apenas um lugar, mas também é um adjetivo – e um estado de espírito. A […]

Continuar lendo »
A evolução do jornalismo de dados

A evolução do jornalismo de dados

Por Andrea Lehr No século XIX, as ruas de New York City demonstraram ser o incubador perfeito da cólera. Essa doença começou durante o verão de 1832, quando 3.000 habitantes de New York morreram em poucas semanas. Em 1849, mais de 5.000 mortes puderam ser atribuídas à cólera, que se tornou uma epidemia. Para mostrar quando a doença foi mais desenfreada nesse ano, o jornal New York Tribune publicou um gráfico, que comparou as mortes semanais causadas pela cólera, com o total de mortes. Esta comparação ajudou os leitores a ver que, embora o total das mortes tivesse declinado durante […]

Continuar lendo »
5 dicas para infundir mais personalidade no seu conteúdo

5 dicas para infundir mais personalidade no seu conteúdo

Por Nicki Howell Os profissionais de marketing estão produzindo mais conteúdo que nunca antes produziram, mas as estatísticas mostram que a maioria desse conteúdo não está sendo consumida. É isso mesmo! Até 70% do conteúdo criado pelos profissionais de marketing B2B está juntando poeira e não está impactando. Por quê? A resposta é simples: falta de engajamento. Sessenta e seis por cento dos profissionais de marketing B2B declaram que manter as pessoas engajadas é um dos seus maiores desafios. O ruído digital é muito alto. Consequentemente, os profissionais de marketing estão tendo dificuldade para competir. Portanto, como você pode inverter […]

Continuar lendo »
Como grandes marcas estão vencendo através do conteúdo episódico

Como grandes marcas estão vencendo através do conteúdo episódico

Por Nicki Howell Dizem para os profissionais de marketing que eles precisam começar a pensar como editores – e, para crédito deles, muitos já pensam assim. De fato, num estudo do Content Marketing Institute, 70% dos profissionais de marketing B2B disseram que eles criaram mais conteúdo que há um ano. Mas, com esta enorme quantidade de conteúdo inundando o mercado, as audiências alvo também estão sobrecarregadas pelo ruído. Portanto, como eles atingem as suas audiências com maior eficácia, para forjar conexões e engajamento? Roger Schank, Professor de Psicologia da Universidade de Yale, sabiamente disse que “Os seres humanos não são […]

Continuar lendo »
Storytelling Digital: uma nova realidade virtual pode estar perto

Storytelling Digital: uma nova realidade virtual pode estar perto

Por McKenzie Ingram Você está no meio dos trilhos do trem. Você olha para a sua direita e apenas há trilhos intermináveis até onde os olhos conseguem ver. Você olha para a sua esquerda e muito longe, bem longe, um trem está vindo. Você fica congelado onde está. O trem vem cada vez mais rápido e veloz. O seu coração bate alto nos seus ouvidos, e as palmas das suas mãos ficam úmidas de suor. E o trem vem, silencioso, mortal, ainda mais rápido e… BAM, ele o atinge. Mas, você não sente coisa alguma. Você tira os seus óculos […]

Continuar lendo »
Storytelling: como contar uma história e prender a atenção do público

Storytelling: como contar uma história e prender a atenção do público

Por Alice Viana Falson Técnica ensina como desenvolver uma narrativa a fim de prender a atenção do público desejado. Você já passou por um momento em sua vida em que você estava cansado, que nada que você fazia dava certo e que só queria desistir? Mas aí algo ou alguém acontece e de repente tudo parece melhorar, e por consequência você percebe que tudo aquilo que você estava sentindo não passava de um momento ruim, e que as coisas já voltaram ao normal. Se sim, fico feliz em saber que as coisas estão bem com você! Se não, fico feliz […]

Continuar lendo »
Como usar os dados de contato dos clientes para contar melhores histórias de marketing

Como usar os dados de contato dos clientes para contar melhores histórias de marketing

Por Austin Duck Se as histórias forem verdadeiras, já houve um dia – há muito tempo − quando o marketing com a sua intuição e a criação de experiências gerais e positivas era suficiente para atrair os clientes para o seu fluxo gerador de leads. Quando folhetos de produtos e encontros face a face fechavam negócios. Quando a mala direta podia fisgar uma cabeça de marketing ou de vendas, ou de TI. Verdade ou não, nós não mais vivemos lá. Ao invés disso, nós nos achamos à beira de um precipício de algo muito radical: uma era digital tão atulhada […]

Continuar lendo »
Por que a sua marca precisa de um editor?

Por que a sua marca precisa de um editor?

Por Ryan Galloway No marketing de conteúdo, a credibilidade é a rainha. Construir uma audiência própria só funciona se os leitores confiarem em você. Essa confiança é difícil de conquistar, mas, é muito fácil perdê-la, especialmente se o seu marketing de conteúdo for constituído por mais marketing que conteúdo. Numa pesquisa realizada em 2014 pela Kentico Software, 74% dos que responderam disseram que eles confiam em “conteúdo de empresas cujo objetivo é educar os leitores sobre um determinado tópico”. Mas, se uma marca inserir uma única referência a um produto, mesmo que seja no final de um artigo objetivo, a […]

Continuar lendo »
O papel das emoções no marketing B2B: contando uma história e fazendo uma venda

O papel das emoções no marketing B2B: contando uma história e fazendo uma venda

Por Sherry Lamoreaux Parece simples bom senso que os compradores B2C sejam emocionalmente levados a comprar os produtos que eles compram (este Apple Watch vai ficar legal no meu punho?); afinal, isto é muito pessoal. E os compradores B2B sejam mais friamente preocupados com os detalhes dos produtos, prazos de pagamento e diferenças competitivas. Não é tão pessoal, certo? Se você pensar que este é o caso, você está errado. E não está sozinho. Os profissionais de marketing precisam entender os guias psicológicos que estão por trás das compras B2B, bem como quais são as emoções que estão em jogo. […]

Continuar lendo »

Será a Medium a próxima grande fronteira para o marketing de conteúdo?

Por Tessa Wegert O que o Presidente Barack Obama, o ator Leonardo DiCaprio, o fundador da Craigslist Craig Newmark, e o antigo candidato presidencial Mitt Romney têm em comum (além de serem todos do sexo masculino e muito ricos)? Todos postaram na Medium, a plataforma para postagem de blogs lançada há dois anos por dois cofundadores do Twitter. Mas, além destas personalidades, há muito menos marcas que fizeram isto. Mas, isto está prestes a mudar. Dezembro marcou o lançamento da Gone, uma coleção de histórias de viagens na Medium patrocinada pela empresa de hotéis Marriott International. Um híbrido de um […]

Continuar lendo »

Esta peça de conteúdo de marca fez eu me apaixonar por ela

Por Shane Snow “Mostre, não diga”. Este é o conselho mais comum que os escritores recebem, e ele é debatido em todas as reuniões de trabalho de escritores. Hemingway o amava. Orson Scott Card o considerava tedioso. A ideia é pintar uma figura para criar uma cena que o leitor possa completar com a sua imaginação, ao invés de explicar tudo. “Henry ficou com raiva” passa a ser “Henry respirou profundamente, a sua face tornou-se avermelhada e ele trincou os dentes”. Você sabe que ele ficou enraivecido, sem ter que usar diretamente essa palavra (e eu, provavelmente, não precisava dizer-lhe […]

Continuar lendo »