Por David George

Pense comigo por um segundo sobre o último website que você visitou.

Em primeiro lugar, porque você o acessou? E o que você acabou fazendo?

Hoje, os websites são como um belo restaurante – Há uma comida deliciosa, mas, se você comer demais, você vai ter uma indigestão.

  • • Botões demais (isto sem mencionar um milhão de widgets de compartilhamento        social)
  • • Distrações em excesso e muitos objetos que brilham
  • • Muita desordem – vales-brindes, conheça a equipe, página dos produtos,  informação sobre a empresa, cartão de compras

As pessoas estão ficando cansadas desta confusão. Hoje, o que importa é oferecer ao visitante uma incrível experiência quando ele acessa a sua página. Portanto, é a hora de ir um passo para trás, respirar e repensar o design da página inicial do site.

Leia mais para aprender como as 3 principais características da sua página de contato (pode ser a sua página inicial ou qualquer outra que você decidir) podem reter radicalmente os seus visitantes e aumentar os seus índices de conversão.

As 3 principais características do design de um site

A experiência do usuário é composta de 3 fatores: foco, percepção e funcionalidade. Estes 3 fatores, trabalhando juntos, dão ao seu visitante uma percepção completa da sua marca (mas, talvez não aquela que você gostaria de transmitir).

É por isso que é muito importante entender estes 3 fatores para ter o design de uma página inicial do seu site que faça sucesso.

Foco

A construção do foco da sua página inicial do seu site começa pela definição de algo chamado a ação desejada do usuário. É importante entender este conceito, para sermos marqueteiros eficazes.

A ação desejada do usuário é o comportamento que você quer que o visitante, usuário, ou leitor do seu website tenha quando ele chegar na sua página inicial (home page).

Pergunte-se “Qual é o objetivo deste website”? Você quer que os seus clientes:

  • • Interajam com o conteúdo
  • • Participem de um evento
  • • Comecem a experimentar um produto
  • • Compartilhem informação
  • • Dirijam-se para uma newsletter ou para outro conteúdo digital
  • • Comprem um produto

Isto está longe de ser uma lista exaustiva do que os usuários podem fazer ao chegar na sua home page, mas você PRECISA definir qual é a ação desejada do usuário antes mesmo de você tentar otimizar o Foco do design da sua página inicial (home page).

Eis aqui alguns exemplos de marcas focadas na ação desejada do usuário:

Landing page Red Bull

Redbull (ação desejada do usuário: Interação)

A única coisa que você pode fazer nesta página é assistir vídeos. A Redbull quer que você fique focado no seu conteúdo, pensando sobre o seu produto energético.

Sucre (ação desejada do usuário: optar / experimentar o produto)

Sucre (ação desejada do usuário: optar / experimentar o produto)

A home page da Sucre é simples, funcional e bonita. Note que há nela apenas um botão, junto com um design lindo e limpo promovendo a oferta. Quantas pessoas você acha que acessaram esta página e não optaram por aceitar a oferta? Eu estou disposto a apostar que não foram muitas!

Samsung Tab (ação desejada do usuário: aprendizado)

Samsung Tab (ação desejada do usuário: aprendizado)

O principal website da Samsung é muito concorrido. Eles reconhecem este fato e criaram uma home page sensacional para promover um dos seus produtos mais recentes, o tablet Galaxy Tab. Literalmente, a única coisa que você pode fazer nesta página é procurar imagens e informações sobre este produto – e você pode até compra-lo (claramente a compra não é a ação desejada do usuário).

Percepção

Você sabia que são necessários apenas 7 segundos para ter uma primeira impressão? Sim, é isso mesmo – apenas 7 segundos!

Por causa disto, a percepção dos seus usuários ao ver a sua home page é uma sensação muito importante deles. É também importante manter a percepção dos usuários, ao chegar à sua home page, consistente com o aspecto geral da sua marca. Faça as cores, fontes, imagens, bandeiras e o estilo do seu conteúdo ficar bem uniforme em toda a página.

Eis aqui alguns exemplos de como conseguir boa promoção da sua marca na sua home page e dar aos seus visitantes uma sensação que você quer que eles tenham, junto com alguns pros e contras sobre como usar o design:

Design #1: Marca da empresa em destaque

Branding Style #1

  • • Pró: a empresa principal está claramente definida
  • • Contra: pode ser um pouco mais difícil criar um design limpo quando mais de um logotipo é mostrado na tela.

Design #2: Sem marca secundária

Branding Style #2

  • • Pró: a empresa está claramente definida e encoraja a interação com a home page.
  • • Contra: fica mais fácil fazer um design limpo, mas a promoção da marca pode ficar um pouco perdida por não ficar bem destacada.

Design #3: Marca da página de contato em destaque

Branding Style #3

  • • Pró: destaca os benefícios e mostra a sua marca no cabeçalho.
  • • Contra: separa da marca da empresa.

Design #4: Sem marca da empresa

Branding Style #4

  • • Pró: ter apenas o conteúdo abre as portas para criatividade total e fica mais fácil criar um design limpo.
  • • Contra: fica mais fácil perder de vista a mensagem geral da marca e a sua percepção.
Função

A funcionalidade está ligada ao trabalho por trás da cena, ao criar uma home page sempre focada e intrigante.

O que a sua home page faz, na realidade?

Tendo sempre em mente a ação desejada do usuário, a Função se refere a como você realmente mostra as ferramentas que permitem ao seu visitante a optar, interagir com o conteúdo, ver imagens e vídeos, etc.

Ao colocar botões, características interativas e formas na sua home page, cada uma destas peças individuais deve ter um objetivo explícito.

Form #1

Pergunte-se, qual é o objetivo de clicar neste botão ou de perceber algo neste campo visual? Isto leva o visitante à página de compra, ou, talvez, a uma demonstração do produto?

Form #2

Qualquer coisa com a qual o usuário possa interagir, clicar, digitar e apertar deve estar relacionada à ação desejada do usuário e o objetivo final da sua página – do contrário, não há porque ela existir!

Lembre-se sempre de – determinar o Foco da sua home page, dar a ela uma Percepção explícita e, com cada Função colocada na página, garanta que ela está relacionada à ação desejada do usuário.

Agora é a sua vez!

Você acha que as home pages são eficazes ao tentar obter uma ação desejada do usuário? Faça os seus comentários a seguir!

Sobre o outor: David A. George é o Chefe de Criação de Conteúdo da Heyo. Faça contato com ele no LinkedInTwitterFacebook, e Google+. Ou escreva um e-mail para dgeorge@heyo.com

A Hytrade é parceiro afiliado da Heyo e todos os artigos publicados no nosso blog são autorizados.

Fonte: Heyo