5 maneiras de garantir que todos os e-mails cheguem sempre à caixa de entrada

Por Teresa Weirich

O e-mail marketing permanece sendo o rei no mundo do marketing digital. É o método de comunicação mais amplamente usado e confiável – particularmente no espaço B2B. Atualmente, as organizações enviam dezenas de milhares de e-mails todos os anos e podem usar este meio para ajuda-las a crescer imensamente. Isto parece ser muito bom, certo? Bem, o e-mail marketing eficaz não é tão simples quanto parece.

Apenas enviar e-mails para o éter e cruzar os dedos na esperança de que eles atinjam a caixa de entrada desejada simplesmente não é suficiente. Se os profissionais de marketing não tomarem cuidado, os e-mails cuidadosamente elaborados podem ser pegos por filtros de spam. As equipes de marketing de todos os tamanhos precisam ser proativas e tomar medidas de precaução, para garantir a capacidade de entrega de cada e-mail, todas as vezes.

O que é a capacidade de entrega?

No e-mail marketing, a capacidade de entrega é o termo usado para classificar a porcentagem de e-mails que realmente chega às caixas de entrada dos destinatários. E, para muitas empresas, alcançar a capacidade de entrega pode ser um obstáculo significativo. O Relatório dos Padrões de Entrega de 2016 da Return Path afirma que, nos Estados Unidos, apenas 73% das mensagens alcançam a caixa de entrada (no Brasil as estatísticas não diferem muito). Considerada globalmente, a capacidade de entrega é um pouquinho melhor, 79%. Ainda assim, isto significa que um de cada cinco e-mails nunca alcança o destinatário pretendido. Os e-mails perdidos provavelmente estarão numa pasta de spam, ou, na maioria dos casos, são bloqueados pelo provedor dos serviços de e-mail. É verdade que este dado estatístico pode não fazer a felicidade de uma empresa, ou quebra-la, mas, para realizar campanhas que tenham o maior sucesso possível, qualquer contato perdido pelas mensagens de marketing de uma organização conta.

Embora alguns fatores que impactam a capacidade de entrega estejam fora do controle dos profissionais de marketing, definitivamente há maneiras de melhorar o desempenho. Veja cinco dicas práticas para os profissionais de marketing, para garantir que cada e-mail chegue na caixa de entrada todas as vezes.

1. Garanta que todos os que estão na lista optaram por recebê-los

Quando um e-mail de uma organização é enviado, ele deve ir apenas para os clientes, parceiros, ou para outros contatos que o esperam, significando que eles optaram por recebê-lo através de formulários de inscrição baseadas na web, downloads, ou que, de outra forma, tenham fornecido conscientemente seu endereço de e-mail. Comprar ou alugar listas não apenas aborrece ou enraivece potenciais contas ou clientes, como também pode prejudicar a reputação de uma organização como um todo.

Uma coisa que os profissionais de marketing devem considerar é implantar uma dupla opção, o que significa que os destinatários recebem um e-mail de confirmação, após terem submetido o seu endereço de e-mail. Eles precisam clicar no link do e-mail para completar a subscrição. Uma dupla opção mostrou taxas de entrega significativamente maiores que as listas com opções únicas, com menores taxas de falta de subscrições e maiores taxas de cliques. Embora possa haver menos assinantes logo de cara, os que subscrevem já estão muito mais engajados.

2. Garanta que os e-mails tenham grande conteúdo e que sejam relevantes para a audiência

Embora o conteúdo de um e-mail, palavra por palavra, possa não influenciar se ele chega ou não à caixa de entrada, a falta de subscrição, falta de abertura e relatórios de spam podem eventualmente impactar a reputação de um remetente. Coisas como títulos comuns em spam, muitos pontos de exclamação, ou escrever todo o texto em letras maiúsculas devem ser evitadas. Quanto melhor e mais relevante for o conteúdo para a audiência alvo, melhor será o desempenho da campanha como um todo.

3. Conheça e siga os regulamentos federais sobre e-mails

A Lei Federal CAN-SPAM foi introduzida para estabelecer um conjunto específico de regras para o envio de e-mails comerciais. Para obedecê-la, os remetentes precisam ter um endereço postal válido para envio listado, além de um link para cancelamentos funcional e respeitável. Esse link precisa garantir imediatamente que os destinatários não mais receberão futuras mensagens da organização remetente. A falha em obedecer a regulamentação CAN-SPAM não apenas danifica a reputação do remetente, como também pode significar pesadas multas. Muitas empresas no Brasil usam provedores baseados nos EUA, portanto, também devem respeitar a Lei Federal CAN-SPAM. Informações sobre as leis brasileiras podem ser encontradas no Comitê Gestor da Internet no Brasil e no Portal Antispam.br.

4. Padronize o seu engajamento

Em qualquer campanha, deve haver métricas pelas quais o sucesso possa ser medido. Isto também é verdadeiro para as campanhas de e-mail marketing. Pequena capacidade de entrega, ou baixas taxas de resposta, podem levantar uma bandeira, antes que muito tempo ou dinheiro sejam perdidos. Quando se tratar de como o processo de determinação de filtragem de spam de um PSI (provedor de serviço de Internet) funcionar, as métricas do engajamento dos assinantes são chave. Para a maioria das organizações, uma taxa de spam aceitável é de aproximadamente 1 em cada 1.000 e-mails.

5. Escolha em provedor estabelecido de e-mail marketing

Quando se tratar de escolher qual será o vendedor de automação de marketing responsável, em parte, pela capacidade de entrega de e-mails de uma organização, é crítico achar um que tenha um histórico comprovado. Além de ter uma visão do que foi acima mencionado, os fornecedores respeitáveis podem ajuda-lo a navegar pelo panorama cada vez mais complexo do e-mail marketing, que continuará a ser assim. Esta é uma parceria – ambos os lados podem afetar o resultado da entrega.

Chegue sempre à caixa de entrada

O e-mail mais bem construído significa nada, se não chegar ao alvo pretendido. Embora 100% de capacidade de entrega possa ser quase impossível, no competitivo mercado B2B, mesmo obter uma pequena porcentagem a mais de e-mails no alvo pode fazer uma grande diferença.

Seguir os passos acima mencionados pode ser um grande primeiro passo.

Materiais gratuitos para você baixar!

Sobre a autora: Teresa Weirich é a dona da TKB Consulting e uma profissional de marketing direcionada para resultados, com anos de experiência orientando estratégias e a execução de marketing global, o envio de mensagens, o posicionamento e a geração de demanda para grande crescimento de empresas de tecnologia de marketing B2B. Como uma profissional de marketing, a experiência de Teresa literalmente a tem levado ao redor do mundo, onde ela viveu em Sydney, na Austrália por quase um ano a trabalho, bem como fez dela uma frequente viajante nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia, para construir os fundamentos de empresas, estabelecer eficácia operacional e, mais importante, obter métricas desejadas de desempenho.

Fonte: Act-On Software

Tradução: Fernando B. T. Leite

Act-On agency partner logo® Copyright: A HyTrade é agência parceira da Act-On e todos os artigos são traduzidos e republicados com autorização.